domingo, 6 de maio de 2018

MOSTRANDO A NOSSA ROTINA EM SP

Na sexta, pegando Lu e Léo na escola.
Almoço no shopping, com Bia e filhos. Interessante que as crianças ainda  gostam colecionar figurinhas, como no nosso tempo. Agora são seleções de países da Copa do Mundo.
Crianças? Cadê crianças?
Essa marmanja tá rezando para conseguir as que ela não tem.
Agora no sábado, que será intenso. Começando com um passeio de bicicletas no Parque Villa-Lobos. Que galera é essa?
Não quero nem saber. Tô dentro.

E tinha um famoso no grupo. Era Ronaldo da Costa. Quando falei que era de Belisário ele me falou que éramos vizinhos, pois ele nasceu em Descoberto, pertinho de Itamarati de Minas. Ronaldo foi um famoso atleta brasileiro, corredor de maratonas.
No Wikipedia a gente lê “Caçula de 11 irmãos, Ronaldo da Costa venceu a edição de 1994 da Corrida de São Silvestre, se firmando como fundista. No ano seguinte, obteve a medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos de 1995 em Mar del Plata nos 10.000 metros. Nos Jogos Olímpicos de Atlanta de 1996 também disputou os 10.000 metros.
Em 1998, venceu a Maratona de Berlim, estabelecendo um novo recorde mundial, que já durava quase 10 anos, com o tempo de 2h06m05s, sendo assim, ele foi a primeira pessoa a correr a maratona com um ritmo inferior a 3 minutos por quilometro. Era apenas a segunda maratona que disputava. Essa marca permanece sendo o recorde brasileiro e sulamericano até o momento.
Hoje ele mora em Brasília.
Todos deste grupo estavam com essa medalha no peito, lembrando esse grande feito.
Foram correr no parque
Tiago e Lu foram na frente pedalando. Léo foi comigo, mais devagar.
Já apresentei esse parque aqui no blog, mas vale a pena repetir:
"Localizado no bairro de Alto dos Pinheiros, na região Oeste da Capital, o parque Villa-Lobos é uma das melhores opções de lazer ao ar livre da cidade. O parque, que abrange uma área de 732 mil m², possui ciclovia, quadras, campos de futebol, “playground” e bosque com espécies de Mata Atlântica. A área de lazer inclui ainda aparelhos para ginástica, pista de cooper, tabelas de “street basketball” e um anfiteatro aberto com 750 lugares, sanitários adaptados para deficientes físicos e lanchonete.
Estima-se que durante a semana cerca de 8 mil pessoas passem a cada dia pelo Parque. Aos finais de semana recebe cerca de 50 mil visitantes e aos feriados 60 mil." (Wikipedia)
Engana-se profundamente quem acha que S. Paulo é uma selva de pedras.
Aqui um parquinho para os cachorros.
Um pic-nic de um grupo de terceira idade.
Turmas de academias vêm para cá. Espaços democratizados.
Sempre tem ações culturais. A EDP é uma grande empresa portuguesa geradora de energia e patrocinou a recuperação do Museu da Língua Portuguesa, destruído em um incêndio.
Sempre vejo o cara da barraca de cocos  cortando com faca. Veja a facilidade de se fazer isso com essa guilhotina.
Já que é programa de crianças aderimos ao álbum de figurinhas, com os netos.
O sábado foi intenso. Tenho mais duas coisas pra mostrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este post!