quinta-feira, 29 de junho de 2017

FALANDO DA QUARTA EMSALVADOR

A missão era ir no cartório com André para reconhecer firma de assinaturas do documento para transferir o carro para o meu nome. Arthur Bouzada, da Civil em Muriaé depois me ajuda nisso.
Isso aqui também é super significativo para mim. A Fundação 2 de Julho, Colégio e Faculdade. Foi meu último vínculo profissional de onde me desliguei para ir para aposentadoria em Belisário. Os prédios de salas de aulas e outras dependências descem por esse terreno. 
O Palácio Conde dos Arcos foi construído em 1781,  tendo sido a morada do último vice-rei do Brasil, e também governador da capitania da Bahia, o oitavo Conde dos Arcos, Dom Marcos de Noronha e Brito, que aqui morou por sete anos. Também pertence à Fundação.
Gui quis comprar brindes para a barraquinha do Forró de Belisário, dia 29 de julho.
Correndo para casa. Temos um belo compromisso nessa noite.
Nesse restaurante, no Caminho das Árvores.
Oferecimento de André e Mariana para comemorar o níver de Mirian, dia 17 passado.
Uma experiência inesquecível, que começa com uma cachacinha com caju para abrir o apetite.
E ai começa uma sequência de entradinhas. Muita variedade em pequenas escalas.
Então começam a vir as sobremesas.
Olha o charme.
Se você gosta de uma comidinha gourmet, veja aí o que foi servido.
Combinado é combinado. Tem a taxa do Forró de Beli. Tá aí, Sônia: 50,00 para os brindes da barraca de pescaria.
Você deve estar preocupado com o preço do restaurante, né? No princípio achei ótimo ter sido 0800.
Mas estou pagando com serviços prestados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este post!