sexta-feira, 19 de maio de 2017

MESMO COM CHUVAS, UM DIA MUITO AGRADÁVEL

Choveu durante toda a noite de quinta pra sexta, aqui em Penha-SC. Chegamos a cancelar o carro que nos pegaria na pousada. Mas, um pouco mais tarde a chuva parou. Partimos para o passeio programado, mesmo porque, os ingressos já haviam sido comprados.
Todos os viajantes dessa vez na foto.
Estamos aqui, no Beto Carrero. Leia um pouco de sua história.

Menino pobre, nascido no interior do estado de São Paulo, o menino João Batista sonhava em ser o Zorro brasileiro e trabalhar em um parque de diversões. Mal sabia ele que seus humildes sonhos se transformariam com os anos, e que ele construiria um dos maiores parques multitemáticos do mundo!
Foi músico sertanejo, apresentador em shows de rádio, vendedor de anúncios. Construiu com seu empreendedorismo e incansável força de vontade uma agência de propaganda que chegou a ser uma das 20 maiores do Brasil.
Foi nessa aventura pelo mercado publicitário e editorial que nasceu o personagem Beto Carrero, uma homenagem ao pai conhecido como Alexandre Carrero, dono de um carro de boi na sua cidade natal.
E é com essa alma de sonhador que Beto Carrero se transformou no herói que milhares de crianças querem ser.

Após uma visita ao parque da Disney nos Estados Unidos, o sonhador Beto Carrero resolveu transformar o sonho em realidade e construir com seus próprios recursos o maior e mais incrível parque multitemático da América latina. Vendeu tudo que tinha e adquiriu uma área no município de Penha, situado num belo trecho do litoral catarinense.
http://www.betocarrero.com.br/historia/


Chuva bem leve, mas compramos capa para nos proteger.
As crianças com menos de 1,20 metros são medidas, para limitar o acesso delas em alguns brinquedos. Questão de segurança.
E recebem uma pulseira colorida, com a medida nela registrada.
Luisa tá liberada geral. Mocinha essa minha neta.

Vamos entrando.
Faltou pescoço pra esse caubói.
Lu e eu  alugamos um cavalo,para dar um giro pelo parque.
Muito parecidos os nossos animais.
Nessa montanha russa super radical eu e Mirian não fomos, nem Leo. Passei mal numa dessas, com enjoo,  na Disney e estragou o meu dia. Olha Tiago e Bia entrando.
E estão prontos pra partir...

Nessa posição eles ficam de cabeça pra baixo.
Chegando com a adrenalina nas alturas.

E agora, vamos fazer o quê?
Nesse não fomos hoje.
Acontecem vários shows durante o dia. Vamos no Velozes e Furiosos, às 13 horas.
Fomos lá para reservar mesa no setor VIP. Não paga nada por isso,apenas o que consumir. O público fica na arquibancada.
Uma cena nas alturas, com cara de pânico.
Quer dizer, nem tão alto. Só mesmo teste.
Saudades dos parques onde a gente atirava em maços de cigarro e caixas de fósforos,isso raramente, quando tinha algum dinheiro.
Hora do show com ases do volante.
Entram em cena carros motos e um caminhão. É realmente muito show. 
Com a pista molhada a coisa fica ainda melhor, exceto as fotos com smartphone, já que não levei a câmera, em função da chuva.
Carro andando em duas rodas.
Um brinquedo sem adrenalina para os baixinhos,
Nessa montanha russa Mirian e eu fomos. Um pouco menos radical.
Os tradicionais carrinhos de batidas.

Gostoso esse passeio pelo rio. Todos no mesmo barco.

Filme em 4D é muito show!
Foi só Renato Sigiliano criar o Oktobeerlisariofest Blumenau logo copiou.
Último programa da tarde: barco viking.
Vamos nessa.

Deu até pra fotografar.
 
A chuva apertou e assim fomos para o portão para pedir novamente o táxi. combinamos todas as saídas com o mesmo motorista.
Amanhã a gente volta, se o tempo ajudar. Enquanto escrevo, às 22:20 h, desce o maior toró.

2 comentários:

  1. Acredito que a chuva fez realçar as cores... e aumentar a sanha feroz dos desafios que nós humanos e até os animais, em qualquer idade, tanto apreciamos. Num panorama como o atual no Brasil, semana de tempestade política nunca dantes experimentada, vocês ai nesse outro Brasil e outra chuva, essa é uma matéria digna de ser vista no mundo inteiro ! Um lenitivo que nós, povo
    brasileiro, bem merecemos .

    ResponderExcluir
  2. Fique tranquilo, querido primo Cleber, na verdade, cedi a marca da Oktobeerlisariofest para a Oktoberfest de Blumenau. É uma estratégia de marketing. Forte abraço,

    Renato Sigiliano

    ResponderExcluir

Comente este post!