domingo, 9 de abril de 2017

NOTA DA POLÍCIA MILITAR

4ª RPM / 47º BPM / 76ª CIA / 3º PEL
 NOTA DE AGRADECIMENTO E ESCLARECIMENTO


Quero agradecer imensamente a comunidade de Belisário que se empenhou para que a reunião com a PMMG visando a implementação do projeto “Comunidade Segura”, pudesse ocorrer. Aproveito, ainda, a oportunidade, para esclarecer uma dúvida que tem aportado a nós a respeito do receio que algumas pessoas tem em colocar a placa da rede de vizinhos protegidos e se tornarem alvos de comentários como informantes da Polícia e assim ficarem “malvistos” pela comunidade. A rede de vizinhos protegidos não se presta primeiramente para denunciar. Para isso, existem outros mecanismos como o 190, o disque 181 entre outros. Deixamos claro na palestra que qualquer pessoa que quiser fazer alguma denúncia e não quiser aparecer que faça via contato privado com o policial administrador da rede e não o grupo em si. Então pra que serve a placa? 



A placa é primeiramente um identificador que você faz parte da rede de vizinhos protegidos e por isso, ou seja, pela participação no projeto, tem o benefício de participar do grupo, receber informações, textos sobre segurança, entre outros que na próxima reunião serão esclarecidos. Além disso, como já comentado, as placas geram uma sensação de segurança. É a logomarca da Polícia que está aliada com o cidadão na defesa de seu patrimônio e principalmente, de sua tranquilidade. Quanto mais placas na comunidade, ou seja, quanto maior a adesão da sociedade, maior será o sucesso do projeto. É normal, no início, as pessoas ficarem ressabiadas, afinal, o novo traz o desconhecido e do desconhecido o medo. Mas estamos juntos e é assim que venceremos os obstáculos e tornaremos Belisário um distrito ainda mais seguro pra se viver.



Muriaé, 09 de abril de 2017. 


(a) Weslley José de Oliveira, Aspirante Of PM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este post!