sexta-feira, 24 de março de 2017

UM DIA DE CAMPO EM BELISARIO

Foi o primeiro da nova administração, uma promoção da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. Uma riquíssima programação voltada para o produtor rural, fornecendo conhecimento e possibilidade de  apresentação de casos bem sucedidos de uma região, para serem aplicados na nossa.
A organização começou com uma boa sinalização na estrada, desde a área urbana do distrito. Uma nova área de estacionamento foi aberta aqui.
O Secretário Manoel Carvalho está na porta do Sítio Paraíso, recebendo os convidados.
Muitos carros já chegaram.

Eu estacionei na parte alta do sítio. Olha que vista linda!
Quanto tempo! O amigo Pinheiro e a esposa. São de S. Sebastião da Vargem Alegre. Eles vierem de SP para aquela cidade, com a mesma proposta nossa de ser feliz. Ela é médica em Miraí e ele produtor de banana.
Todos vieram de lá e tem mais gente.
Minha amiga Lúcia Helena, da Assessoria de Comunicação da PM Muriaé.

Olha que beleza de sítio!
Iracambi sempre presente.
Para quem ainda não identificou, o sítio é de Faustino, Lourdinha e filhos. Caio é um deles. Gente muito séria no produção honesta de produtos de qualidade. 
Marco Antônio Barros. da ABRIGA, Ivan Calais e filhos. Ele produtor de doces, broinhas, biscoitos... Gente também muito séria no que faz.
Muitas cidades presentes. Sebastião é Secretário de Agricultura de Fervedouro. Luciana e Hernanda também são secretárias municipais daquela cidade vizinha.
A Cooperativa de crédito SICOOB é uma das patrocinadoras desse evento.
E agora? Técnicos da Secretaria de Agricultura de Muriaé e de outras cidades vizinhas. Lembrando que identifiquei técnicos de Muriaé, Miradouro, Fervedouro, Rosário da Limeira. S. S. da Vargem Alegre. Tomara que tenha lembrado de todas as representações.
Denise representa a Casa da Vaca,  uma empresa distribuidora de medicamentos veterinários com sede na  cidade de Perdões, no Sul de Minas.  Portanto, mais uma cidade representada.
Meu amigo Edson Curi e Robério, técnicos da EMATER. Edson dá uma boa assessoria aos produtores rurais da nossa região.

Eduardo, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Muriaé e Região, José Maria e Frei Gilberto, Pároco de Belisario. Todos de Belisário. Depois falo da moça

O nosso Silvan Alves não poderia perder um evento desses, ainda mais em sua terra.

Zé Calais é uma referência em Belisário, em termos de responsabilidade no plantio.
Agora falo das duas, de uma só vez. Elas pertencem à equipe técnica do Programa de Proteçãovítimas, testemunhas e defensores de direitos humanos, que tenham sido ameaçados de morte em função do exercício de atividades em defesa dos DH.
Estão em Beli para tratar de ações técnicas junto aos órgãos locais, com vistas a dar tranquilidade ao Frei Gilberto e à comunidade local, em relação à sua segurança, depois de ameaças de morte a ele proferidas por um indivíduo ainda não identificado.
De vermelho, a Professora Benilda e a outra é a Psicóloga Aline. Amanhã vocês voltarão a vê-las na sua telinha.
O Secretário com técnico da Sec. Estadual  de  Meio Ambiente, Casa Guarino, também apoiadora do evento,  EMATER...
Mais apoiador chegando
São voluntárias de um programa de apoio à produção artesanal, por detentos. Vieram expor e vender o trabalho deles.
Um bom grupo de alunos de Agroecologia  do IEF-Muriaé. Também presentes alunos da Faculdade Santa Marcelina, de Muriaé. Recebi a informação, através de um comentário aqui na matéria, que alguns desses alunos presentes estiveram no Uruguai apresentando projetos nesta área e a FASM foi a única faculdade brasileira a receber premiação.
Moçada simpática. O de chapéu eu não identifiquei mas pelo que entendi é funcionário do IEF e veio zelar pela disciplina dos estudantes.
Professor Guilherme é da OSCIP Iracambi e tem forte atuação em programas de  proteção ambiental aqui na nossa Escola Estadual.  Iasmim é professora de Biologia e também atuante na mesma área.
O Secretário Manoel Carvalho faz a abertura do Dia de Campo. Dá destaque às presenças de vários vereadores e secretários municipais, órgãos e entidades parceiras, além do Frei Gilberto.
Lourdinha e Faustino também são destacados, é claro.
Muita gente registrando.
Vá vendo que grupo grande presente. Foram feitas mais de 110 inscrições.
D. Josina presente
Essa mocinha esteve atenta a tudo, o tempo todo.
O prefeito Grego traz uma palavra de saudação.
O vereador Reginaldo Roriz está presente.
Agora os demais vereadores de Muriaé que aqui vieram, além do Frei.
A dinâmica adotada foi eficaz. Os participantes foram divididos em 4 grupos na hora da inscrição. Quatro instrutores iam fazendo uma preleção e respondendo perguntas simultaneamente, em quatro pontos. As turmas iam se movimentando após encerrado um tema.
Aqui o nosso enfermeiro  Bruno, chefe da UBS fala um pouco sobre a importância do uso de EPIs-Equipamento de Proteção Individual,  por parte do trabalhador rural. Guilherme fala sobre horta orgânica, tendo essa aqui como parâmetro. Trata da importância de se buscar esse tipo de produção saudável, que vem atendendo um mercado consumidor a cada dia mais exigente.
Aqui em casa só consumimos produtos desta horta.
O segundo grupo trata das regularizações exigidas do produtor, pelos órgãos de fiscalização. São passadas informações sobre o CAR-Cadastro Ambiental Rural, Outorgas de Água e Licenciamento Ambiental. Alguns somente são retirados em Ubá.
Vamos andando para ver outros grupos. A imprensa de Muriaé também presente.
O terceiro grupo trata de fruticultura. É apresentado por uma equipe de S. S. da Vargem Alegre, onde vem tendo muito êxito o plantio de bananas em forma de cooperativa. Também estão começando a produzir uvas e já há uma produção de sucos dessa fruta e também morangos. Os números são animadores, principalmente, por se tratar de produção em grupo, o que facilita o escoamento da produção,  em maior escala. Toda a produção da fruta é transportada pelo próprio comprador, lá de Juiz de Fora, por preço compensador e pagamento garantido.
Daqui da varanda essa turma participa do quarto grupo que está pertinho.
Aqui é apresentado o sistema de coleta de esgoto por biodigestor. Ele faz a purificação do esgoto da casa, atingindo cerca de 80% de eficiência. A água que dele sai pode ser aproveitada na limpeza de áreas, currais, chiqueiros e nas capineiras.
Gostei da ideia desse filtro para ser instalado na entrada da caixa d'água. Vou comprar na Casa Guarino, para já receber uma água ainda melhor.
E as turmas vão se deslocando, de forma  a participar de todos os temas.
A nossa UBS presente também através das Agentes de Saúde.
Um farto lanche foi servido para todos. Coisa bem rural. Cachorro quente...
A famosa broinha de melado de D. Josina, bolo...
Biscoito de chuva, mais bolo... Sucos e café. Foi muito bom.
Silvio Toscano e o Professor João Francisco, chefe de Gabinete do Prefeito Grego. Não fui apresentado  ao amigo da esquerda.
Grego quer uma foto com a turma. Na ponta Neli, também expert na produção de broinhas, bolos e biscoitos, com sua sogra, D. Josina.
Muitos elogios à disponibilidade  do casal Faustino / Lourdinha na cessão do sítio e ao trabalho bonito que desenvolvem aqui, sempre recebendo grupos de estudos. Tornou-se um sítio modelo.
Foi um dos bons momentos que pude vivenciar aqui em Beli, de desafios ao nosso produtor rural. Parabéns à Secretaria de Agricultura pela iniciativa.
Acho que a presença de produtores de Belisário foi baixa. Afinal, o evento foi aqui em nosso distrito.

5 comentários:

  1. Que pena que não fiquei sabendo , pra quem trabalha na zona rural e importante , nao ouvi ninguem falar qui ia ter aqui

    ResponderExcluir
  2. Esqueceram de citar os alunos da Fasm que participaram e ajudaram , inclusive recentemente algum desses foram no Uruguai com projetos inclusive nesta área e foram a única faculdade brasileira a receber premiação.

    ResponderExcluir
  3. Bem notado por você o detalhe da baixa participação dos produtores rurais do Distrito, Cleber! os maiores interessados não foram devidamente convidados... Uma pena já que o evento foi organizado pela secretaria de agricultura do município.

    BRUNO

    ResponderExcluir
  4. Creio que a baixa quantidade de produtores locais seja pela falta de divulgação do evento, Não ouvi falar desse evento até Ontem pela manhã , e tenho certeza que muitos de Belisário também não tomaram conhecimento . Eventos como este voltado ao produtor precisa ser mais divulgado, afinal a "essência " são os produtores . Vi muita gente de longe o que me faz acreditar que foi divulgado em locais direcionados . Parabéns à Família da Lurdinha , o Sítio é muito bem cuidado e Bonito .

    carlos

    ResponderExcluir

  5. Realmente, muitas vezes pecamos pela falta de divulgação ou convite a quem mais queríamos que participasse. Mas essa queixa no comentário acima só mostra a importância do evento e o interesse despertado também na população local. Gostei de ver o quanto o Sítio Paraíso, tão novo, já avançou ! Parabéns ao casal Lourdinha e Faustino, aos filhos e outros da família Calais pela oportunidade que deram à Secretaria de Agricultura, outros órgãos e aos muitos visitantes. Deve ter sido, pelo visto nas fotos e matéria do " embelisariomg" , um dia de muito proveito e compartilha dos que se dedicam ao agro-negócio.

    ResponderExcluir

Comente este post!