terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

QUER CONHECER? ENTÃO VAMOS MOSTRAR.

O primo Renato Sigiliano chegou aqui na segunda, agora com outro veículo.
Isso mesmo. O seu projeto da BEERLISARIO está andando..
Desses pontos pretos saem as mangueiras com torneiras com os diversos tipos de chopp.
Ficou bonita a bichinha.
E ele não veio sozinho. Trouxe Andre Taranto consigo. André atua na área de marketing e propaganda, é webdesigner, produz filmes e vídeos promocionais, fotografia... Ele quer conhecer lugares bucólicos onde  possa produzir filmes e fotos. Vamos mostrar: Cachoeira do Nahor.
O cara é mais coisas. Também músico, da BANDA ÍNDIGO, que toca ANOS 80.
Vimos isso lá. Uma declaração de amor a Rogerinho,  na areia. Foi escrito pelo seu pai Rogério, que estava lá com o seu caçulinha, dando uma refrescada na cabeça.
E Renato também buscou isso na Bica do Zé Carneiro.
Aqui também é parada obrigatória.
O cheiro é maravilhoso. D. Maria Elza não sabe o nome. Tirei esses dois comentários da matéria:

"Acho que o nome da flor branca, no arbusto de Dª Maria Falco, é bugarin. Realmente, é muito cheirosa e de cheiro muito agradável." - Nina Campos 


Pela foto, a flor no arbusto eu a conheço por nome de MURTA... Meu pai me ensinou assim... - Grelson Clemente 
Bougainville ...
Quaresmeira.
Uma prosa no terreiro.
Mostrar a ótima casa nova também faz parte do roteiro.
O sol está se pondo. Vamos andar mais.
Outro dia entrei aqui na Cachoeira do Zé Paulo, pelo outro lado. Inverti e esse é o caminho certo pra descer, na direção da Cachoeira do Nahor..
A câmera vai trocando de mão. O menos apto aqui sou eu. Renato e André são profissionais.
O pretinho adora uma água.
O outro cachorro ficou lá em cima.
O visitante fica deslumbrado com o que vê.
Já estamos lá em baixo, no ponto da queda d'água.
E vamos descendo mais.
Outra queda.
Sr. Zé Carneiro tem sempre uma história pra contar. Ele lembra uma balança de madeira que a sua mãe tinha, onde usava pedras como essas como peso. No caso, de 1 kg. Tinha até bauxita de 32 quilos.
Renato não  resiste e cai na água


E vai ter companhia. Era tudo o que pretinho queria.

Mas ainda vamos descer mais.
Lá em baixo a Cachoeira do Nahor.
Vamos parar por aqui. Está começando a escurecer. Vamos subir pelo mato mesmo.
Saímos em frente à casa do Sr. Zé, onde estava o carro.

3 comentários:

  1. Acho que o nome da flor branca, no arbusto de Dª Maria Falco, é bugarin. Realmente, é muito cheirosa e de cheiro muito agradável.

    ResponderExcluir
  2. e isso ae sr.cleber sempre trazendo o melhor de nosso paraíso chamado belisário parabéns mesmo amigo.

    ResponderExcluir
  3. Ótimas imagens...
    Pela foto, a flor no arbusto eu a conheço por nome de MURTA... Meu pai me ensinou assim...

    Grelson Clemente

    ResponderExcluir

Comente este post!