sábado, 5 de novembro de 2016

SARAU DE POESIAS NO GAB

Aconteceu essa semana, promovido pelas professoras Simone e Ângela, que ministram Língua Portuguesa para as turmas de Tempo Integral da Escola Estadual Pedro Vicente de Freitas.
Como sempre, tudo feito com muito carinho.
Também foi uma oportunidade para as crianças saberem sobre um sarau de poesias, que, como explica o cartaz, também pode ser de músicas.
Também envolvidas no projeto as professoras Terezinha, que trabalha com reforço para essa turma, e a professora Renata Notim, que trabalha com projetos especiais.
A Professora Ângela, a esquerda da foto.
E a Professora Simone, responsável pelo evento, como falamos.
Agora todas elas, entrando a Orientadora Edmília.
Nadjila é Supervisora e teceu comentários sobre sarau, que apresentará poesias de Cecília Meireles, Vinicius de Morais e da Professora Sandra Carolina, aqui de Belisário, que também já recebeu prêmios com concursos literários.                                        
Sobre Ceília Meireles, comentou o seguinte:
Cecília Benevides de Carvalho Meireles é carioca, nascida em 1901. Ela passou por muitas dificuldades na vida, mas superou tudo. Antes dela nascer a sua mãe havia perdido seus outros filhos, sendo que o segundo, morreu com 3 anos,  três meses antes do nascimento de Cecília. Sua mãe também morreu cedo, e a menina, passou a morar com sua avó materna,
Cecília cursou o  Ensino Fundamental numa escola que tinha como inspetor Olavo Bilac de quem recebeu uma medalha de ouro como distinção no curso. Nessa época ela já demonstrava paixão pelos livros.
Começou a lecionar, após concluir o curso normal e logo começou a escrever livros.Passou por muitas dificuldades financeiras no início de sua carreira. 

Bia foi a presentadora do sarau.
Esse jardim é mais um legado de D. Nina Campos, para a comunidade de Belisário.
E as crianças seguem nas declamações
Agora uma música de Vinicius de Morais, o nosso poetinha e uma das maiores expressões também na Música Popular Brasileira. Vitória declama.
Era uma casa muito engraçada 
Não tinha teto, não tinha nada 
Ninguém podia entrar nela, não 
Porque na casa não tinha chão 
Ninguém podia dormir na rede 
Porque na casa não tinha parede 
Ninguém podia fazer pipi 
Porque penico não tinha ali 
Mas era feita com muito esmero 
na rua dos bobos numero zero
Amanda também.
E também Camile.
A Professora Terezinha faz uma coreografia da música Aquarela, de Vinicius de Morais.
Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo
Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva
E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva
Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel
Num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu
"As Duas Velhinhas", de Cecília Meireles, também foi apresentada.

Duas velhinhas muito bonitas,
Mariana e Marina,
estão sentadas na varanda:
Marina e Mariana.

Elas usam batas de fitas,
Mariana e Marina,
e penteados de tranças:
Marina e Mariana.

Tomam chocolate, as velhinhas,
Mariana e Marina,
em xícaras de porcelana:
Marina e Mariana.

Uma diz:"Como a tarde é linda,
não é, Marina?"
A outra diz: "Como as ondas dançam,
não é Mariana?"

"Ontem, eu era pequenina",
diz Marina.
Ontem, nós éramos crianças",
diz Mariana.

E levam à boca as xicrinhas,
Mariana e Marina,
as xicrinhas de porcelana:
Marina e Mariana.

Tomam chocolate, as velhinhas,
Mariana e Marina,
em xícaras de porcelana:
Marina e Mariana.
A nossa bailarina Maria Luíza deu um show na ponta dos pés. Essa menina é muito show e sua mãe não mede esforços para  fazê-la uma artista.
Maria Luíza cantou Eu Sei que Vou Te Amar, de Vinicius de Morais.
Vamos à foto oficial do evento.
E ao final uma pipoquinha com suco pra garotada.
Que já está no caminho de volta para a Escola.
Parabéns Simone, Ângela e as demais professoras que colaboraram. Foi muito bonito o sarau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este post!