sexta-feira, 25 de novembro de 2016

APARIÇÕES EXTRA TERRESTRES NO SOLO DE BELISARIO

Longe de mim ficar levantando temores e alardes, mas um fenômeno tem acontecido em meu quintal, com características de não ser desse planeta quiçá, desta galaxia.


Essas formações se manifestam sobre a grama. Sem formas definidas sem odor e não sei o gosto. Pedi a minha mulher para provar e ela recusou. Pensei em forçá-la fazê-lo, mas com essa legislação rigorosa preferi não.
Outro dia o fenômeno ET se deu aqui. No dia seguinte a cor mudou para um tipo ocre.


E agora? De que se trata? Devo me preocupar? Fala aí, Dr. Dárcio Calais  ou Dr. Grelson Clemente! 

4 comentários:

  1. ET
    Difícil fazer um "diagnóstico à distância" de invasor extra-terrestre, porém, o espírito de "palpiteiro indomável" não me deixa ficar omisso. Trata-se, possivelmente, de um fungo, cujos esporos ficaram em dormência, esperando a umidade adequada para eclodirem. A rápida mudança de coloração e aspecto revela (obviamente) um ciclo de vida de notória brevidade. Acho devemos sim nos preocupar com invasões extraterrestres. Quem não se lembra do filme "The Blob", A Bolha Assassina (Steve McQueen)? A bolha, na verdade um fungo que crescia sem controle, chegou à Terra justamente a bordo de um meteoro. A frase de chamada do filme dizia: "Essa bolha te engole vivo". Portanto, sejamos prudentes, pois, como diz o velho ditado: "prudência de caldo de galinha não fazem mal a ninguém".

    ResponderExcluir
  2. É. Gostaria de "palpitar" também. Mas, com a idade, meu Dom de Adivinhação está a... zero.
    Posso dizer que seria interessante colocar ai algum animal, cachorro, gato ou galinha pra ver a reação. Talvez até picar o "petisco" estranho, na grama, pra ver se comem. Se for veneno ou mesmo indigesto, acredito que recusem.

    ResponderExcluir

Comente este post!