terça-feira, 25 de outubro de 2016

COIMBRA DO CHOUPAL

O fado de Amália Rodrigues canta isso. Quem é velho conhece.


Coimbra do choupal

Ainda és capital
Do amor em Portugal
Ainda

Coimbra onde uma vez
Com lágrimas se fez
A história dessa Inês tão linda

Coimbra dos doutores
Pra nós os teus cantores
A Fonte dos Amores és tu

Coimbra é uma lição
De sonho e tradição
O lente é uma canção
E a Lua a faculdade

O livro é uma mulher
Só passa quem souber
E aprende-se a dizer saudade

O livro é uma mulher
Só passa quem souber
E aprende-se a dizer saudade



Então, vamos pra lá. 
Coimbra tem mais de 100 mil habitantes no seu perímetro urbano. É uma cidade historicamente universitária, por causa da Universidade de Coimbrauma das maiores universidades de Portugal.
É banhada pelo Rio Mondego, e é considerada uma das mais importantes cidades portuguesas, devido a infraestruturas, organizações e empresas nela instaladas além da sua importância histórica e privilegiada posição geográfica no centro de Portugal. (Wikipedia)
Queremos ver a Universidade.
A Universidade de Coimbra  foi fundada em 1290 por D. Dinis

Aqui tudo cheira a conhecimento.
A cidade de Coimbra tem a sua principal vocação na educação. A população estudantil da cidade gira em torno de 37 mil estudantes, parte no ensino superior público não politécnico, parte no ensino superior público politécnico e parte no ensino superior privado.
Foi Capital Nacional da Cultura em 2003. Uma das cidades mais antigas do país, foi a capital de Portugal antes de Lisboa.
A história da Universidade remonta ao século seguinte ao da fundação da nação portuguesa, lembrando que ela foi criada 1290, quando o rei D. Dinis I assinou o documento criando a universidade, o qual foi intermediado e confirmado pelo Papa. e ela foi fixada definitivamente em Coimbra em 1537.Desde o reinado de D. Manuel I, todos os Reis de Portugal passaram a ter o título de “Protetores” da Universidade, podendo nomear os professores e emitir estatutos.

Ou seja, A Universidade de Coimbra é 210 anos mais velha do que o Brasil.
Essa é a Sala da Reitoria.
Hoje, a Universidade de Coimbra conta com oito faculdades, sendo elas: Letras, Direito, Medicina, Ciências e Tecnologia, Farmácia, Economia, Psicologia e Ciências da Educação, Ciências do Desporto e Educação Física. São cerca de 22 mil alunos.
Com toda pompa e circunstância, nessa sala há as defesas de teses de  doutoramento. Veja abaixo:

Uma vista da cidade.

Uma visita à Capela.
Fico sonhando em ouvir esse órgão de tubos.
Um diploma aqui é uma porta aberta para o sucesso.
Uma bicha (fila) para entrar na Biblioteca.
Não pode haver fotos lá dentro. Peguei no Google.
Vamos em frente!
Agora você vai me aguardar. Embarcamos amanhã, quarta, para o Brasil. De lá a gente vai mostrando mais.




5 comentários:

  1. Se o preço é ser velho para ter conhecido AMÁLIA RODRIGUES, eu pago orgulhosamente. Lembro tê-la ouvido em palcos de vários países, sempre muito aplaudida e amada. Era a alma de Portugal, linda!

    ResponderExcluir
  2. Tenham uma ótima viagem de regresso e continuem nos mostrando seu relicário português.

    ResponderExcluir
  3. Acho que minha pergunta chegou um pouco tarde. Há algum registro de que o poeta Camões tenha estudado ( ou frequentado) a universidade de Coimbra?

    ResponderExcluir
  4. Apenas uma curiosidade.
    As primeiras sementes de eucaliptos que chegaram ao Brasil foram trazidas por Edmundo Navarro de Andrade. Ainda quando estudava em Coimbra, esse ilustre brasileiro teve sua atenção voltado para aquelas árvores de grande porte que cresciam nas margens do Rio Mondego. Ao retornar ao Brasil (1903?) ele trouxe na bagagem o diploma de eng. silvicultor e as sementes de eucaliptos para serem testadas tecnicamente. O Brasil possui hoje cerca de 5 milhões de hectares de florestas de eucaliptos e a indústria da madeira gera 4 milhões de empregos e participa com 6,5% do PIB industrial brasileiro.

    ResponderExcluir

Comente este post!