segunda-feira, 5 de setembro de 2016

QUEM CHEGA A GENTE MOSTRA

Elas são Érica e a filha Sofia. na verdade, doutora Érica, médica, que mora no Rio de Janeiro. É professora da UERJ e doutora em Medicina Nuclear. 
É filha de Shoji e Solange.
Na hora do café uma agradável surpresa a prima Marcela Sigiliano chega para nos ver. Ela é muito querida, mas o pai,  Lalu, mais ou menos.
Na sua  saída  nós também partimos para a roça.
Vamos mostrar o que a gente tem de bom. Aqui é a família Faustino e Lurdinha.
As  primas Calais  estavam de saída.
Érica tem paixão por terra..
E tem um espírito de campo, voltado para as coisas naturais.
Valoriza muito as plantações orgânicas, como esta.
Semanalmente, a gente compra uma bacia de produtos.
Tipo esta. Ela é entregue em casa, mas se vier buscar aqui tem direito a broa com café, da lavoura local.
O genro André também entra na dança. Pra tirar uma moça daqui pra casamento tem de mostrar serviço.
Mesmo sem água, pela falta de chuvas, a Cachoeira do Nahor é sempre um atrativo.
Nunca vi essa parte de baixo assim. Aqui passa um rio, em período normal.
Mas sereia eu nunca havia visto aqui. Linda a Manuela.
Depois que a gente passou pelo sertão da Bahia e Vale do Jequitinhonha, até que isso aqui tá verde.
E toma mais broa. Agora na casa de Tadeu e Toninha.
É isso ai, doutora. aqui só não engorda se for gente muito ruim.
Sofia come espontaneamente, desde que o smartphone esteja mostrando um desenho na frente do prato. 
Eles estão em obras, com isso tem poucos doces.
Ai que sono e esse moleque me enchendo o saco!
Mas já estamos de retorno, agora na casa do Sr. José Carneiro e D. Maria Elza. Não havia mostrado ainda Sofia, filha de Érica.
Uma novidade para muitos: banana vinagre. É muito saborosa.
Vamos ver mais.
Gansos e patos.
Olha o tamanho do ovo da gansa!
Estão chocando juntos, de gansa e de pata.
Crescendo assim vai precisar de escada pra pegar couve.
Medicina caseira: macaé, picão, ...
Tem também carpas coloridas.
D. Elza gosta de moldar objetos no barro.  Nunca fez nenhum curso. É um passatempo nas poucas horas que está sem serviço.
Mirian sempre leva uma mudinha daqui.
Mais modelagem. Agora de cimento.
Sofia pediu bananas. Morri de vergonha, mas aceitei.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este post!