Notícias regionais

Loading...

segunda-feira, 25 de maio de 2015

SEGURANÇA A GENTE TEM POR AQUI

Já há algum tempo os moradores dessa região vinham pedindo essa obra.
Pois está aí. Odair e sua equipe estão montando essa grade. Fiz o teste de carga e comprovei a qualidade do serviço. Nem "Macarrão" e "Xoto", juntos, conseguem derrubá-la.
Havia muito temor de uma pessoa, ou mesmo um veículo, cair lá embaixo.
Excelente decisão. Tudo isso dá qualidade ao nosso Belisário. Aproveita o olhe o charme bucólico dessa rua, exceto essa cerca horrorosa.

BELISÁRIO: UM LUGAR TAMBÉM PARA ENVELHECER COM QUALIDADE.

Quando desenhamos o nosso projeto de vida incluindo Belisário, Mirian sempre destacou a importância de se ter um lugar para envelhecer, onde se poderia sair caduca pela rua, com calcinha na cabeça, que logo alguém a conduziria de volta para casa.
Não está nesse pé, mas o Sr. Afonso Arinos da Fonseca, o "Tuzinho" optou pelo retorno para Beli.
Irmão de D. Iracema, eles são naturais de Miraí, onde ele, Afonso, era professor. Ela se casou com o Sr. Miguel Mota e aqui se radicou e aqui goza de um grande prestígio junto à comunidade. Ele, Afonso, morou também em Belisário, onde foi encarregado do posto dos Correios.
Um pouco combalido decidiu vir morar com a irmã, com direito a esses carinhos da sobrinha Rosa. 
Também com direito a receber visita de amigas, como Geny e Onízia. lembra-se da Geny, Dr. Dárcio?
Nas cidades grandes nem visita se faz mais.

domingo, 24 de maio de 2015

SEGUNDA REUNIÃO DA DIRETORIA DO GAB

Aconteceu às 14 horas desse domingo a segunda reunião da diretoria do Grupo de Artesãos de Belisário.
Foi convocada pelo presidente, José Antônio Carneiro. Quatro diretores estiveram ausentes. Ao seu lado Ânderson José Gomes.
Neuza Toscano, Maria Leonídia de Abreu Vital, Maria Aparecida da Silva...  
Leida Abreu, na cabeceira
Vanilda Moisés da Silva, para quem não conhece, é esposa de Marcos, nora, portanto, de Zezão. 

Eu também entro nessa, ao lado do chefe.
A reunião foi extremamente proveitosa. Podemos assim resumir o que lá se passou:
  1. A tesoureira Maria Leonídia fez a prestação de contas do mês até a presente data. Receitas decorrentes de pernoites na pousada e pagamentos de material de limpeza e DEMSUR.  O saldo remanescente foi de R$ 448,20. Sobre esse segundo, Cléber deve elaborar um contrato de uso das dependências, a ser firmado com a proprietária, D. Nina Campos, para que a conta passe para o nome do GAB.
  2. Sobre o evento NOITE SERTANEJA, que acontecerá dia 25 de julho, ficou acertado que a diretoria deverá ajudar na organização e nos serviços durante a festa, de forma que o trabalho voluntário reduza custos, para que haja um resultado financeiro positivo, para a garantia da sustentabilidade do GAB. Deverá ser servido porções de linguiça,   e mandioca, além de caldos, refrigerante, cerveja e vinho. Cléber informa que Damata, Iranete e Zé Domingos já ensaiaram, para a apresentação musical da noite.
  3. Deverão ser abertos os procedimentos para buscar o reconhecimento como de Utilidade Pública do GAB. Wolninho se ofereceu para buscar isso no nível municipal e Vandim no nível estadual.
  4. José Antônio e Cléber deverão fazer uma visita à FUNDARTE e Secretaria de Desenvolvimento Social, a fim de buscarem apoio para projetos de capacitação para Belisário. 
  5. Cléber informa que a Secretaria de Esportes gostaria de trazer para o GAB as aulas de capoeira. Vandim buscará uma forma de trazer alguma ajuda para a instituição, como compensação por essa cessão.
  6. O presidente José Antônio, juntamente com as diretoras Maria Aparecida, Simone  e Maria Angelina deverão apresentar uma proposta de dinamização do uso Museu de Belisário, marcando, inicialmente com D. Nina um encontro, para com ela conhecerem melhor a história de Belisário.
  7. Neuza Toscano deverá ver com D. Nina o inventário de todo o material que foi por ela disponibilizado para o GAB, para auditorias sistemáticas, principalmente em relação à roupa de cama.
  8. Ficou decidido que tomadas de decisões urgentes, no intervalo de reuniões mensais da diretoria, devem ser feitas através da Mesa da Diretoria, composta pela presidente, Vice, Tesoureira e Secretária.
  9. José Antônio e  Cléber deverão manter entendimentos com D. Nina Campos, para tomarem conhecimento da contabilidade do órgão na gestão anterior, inclusive com visita ao contador, se necessário.

UM DOMINGO CHEIO

O dia vai ser pequeno. Temos uma extensa agenda a cumprir. Uma caminhada para fazer tudo isso bem.

Essas três são inseparáveis: Mirian, Suatia e Samanta.
Olha que maravilha esse carcará!
Mais à frente esses dois marrecos selvagens, tomando café da manhã na lagoa da Fazenda Beleti. É só enfiar o pescoço na água na hora em que o alimento estiver nadando.
O café aqui já está sendo colhido. Aprendemos com Norival que há um dilema entre a data de começar a fazer isso. Começar em maio tende a se conseguir um preço, já que não há abundância na oferta. Mas em compensação é um mês muito nublado, o que dificulta a secagem dos grãos, podendo haver quebra na qualidade.
Essa lavoura recebeu uma poda agressiva no ano passado. Voltou a produzir esse ano.
A maritaca foi pega ainda recém nascida, e foi criada na mão. Com isso voa e volta para o dono, que na verdade é seu pai de criação.  A mãe morreu eletrocutada. 
Quem passa com sede tem mais essa opção.
Os pés de pokans no Beleti estão carregados. Tenho certeza de que a família não vai se importar se pegar algumas. Mesmo porque Norival liberou.
Mesmo assim fico sem graça de chupar. A patroa não tá nem aí. 
Outra opção mais à frente para os caminhantes matarem a sede.
Mirian observa que o boiadeiro grita lá no morro. Deve ter colocado sal no coxo.
Logo a boiada forma uma fila e atende ao chamado.
Já há muito queria pegar essa cena. A Vovó Odite não fala em outra coisa que não seja na netinha. Registramos esse namoro.
Ela morria de medo de nunca ser vó.
Tá linda a Isabelly.
E por falar em linda, olha essa baianinha rasta!Na verdade é uma falsa baiana. É filha de Fabiana e Olivar.
Maria Clara pede para ser fotografada e sair no blog. É claro que será atendida. Gente bonita só agrega valor.
Com ela a Professora Iranete. Vou falar já já sobre ela.
Olha ela aí, agora em minha casa, com o marido, o amigo/irmão Damata e Zé Domingos.
O violão está encostado na parede mas logo vai ser utilizado. Nas mãos, cópias de letras de músicas. Damata e Iranete vieram em Beli hoje para ensaiarem com Zé Domingos para a NOITE SERTANEJA, que acontecerá dia 25 de julho próximo, como promoção do GAB.

Haverá uma parte de apresentações entre os três e vários violeiros e ritmistas de Belisário e da comunidade de Lambari, que estão sendo convidados por Domingos. Depois Damata &  Iranete ,irão se apresentar, com participação especial de Marcus Campos.
Tudo é cronometrado. Ao meio dia saímos os quatro para almoçarmos na casa de Vandim.
Onde pokans  também se perdem. Damata, que tem um sítio perto do Itajuru, essa semana doou literalmente um caminhão delas para a Secretaria de Agricultura.
O cardápio será uma vaca atolada.
Preparada por Eva, sempre com o carinho que lhe é peculiar.
Agora vem uma bela notícia. Esse almoço foi preparado para uma equipe de trilheiros de Muriaé que pela segunda vez veio a Belisário para demarcar uma trilha para um grande ENCONTRO DE TRILHEIROS que aqui vai acontecer, promovido pela Secretária Municipal de Esportes e da Juventude de Muriaé, dirigida por Vandim. 

Vitinho e Alexandre chegaram aqui na frente dos demais, que logo chegarão para o almoço. Infelizmente, almoçamos na frente e não pudemos esperá-los. Temos uma reunião da diretoria do GAB às 14 horas.
O nosso objetivo de estar aqui é o de ver com a turma se é possível marcar esse grande evento para o dia 26 de julho, domingo. Com isso alguns participantes poderiam vir na véspera, quem sabe com a família, e participarem da NOITE SERTANEJA no GAB.

Vandim tem todo o interesse nisso, já que é parceiro do GAB como Secretário e como pessoa física.



Tomara que dê jog.  Fique ligado nessa programação começando a entrar no clima, a partir dessas fotos que catei no Face de Vandim.

Mas o domingo ainda não acabou. Aguarde! EMBELISARIO o domingo só acaba quando entra a segunda-feira.
Vai ser sensacional!

sábado, 23 de maio de 2015

VOLTANDO À VISITA DOS ESCOTEIROS

Os escoteiros chegaram cedo em Beli e ficaram aguardando a chefia. Falamos isso na outra matéria. Pois aí estão eles. Ao meu lado Lucas, o chefe da equipe, que já foi apresentado. No centro Frederico, que é o Presidente do Grupo de Escoteiros Pio XII e também o Diretor Regional dos grupos de escoteiros da região (Muriaé, Viçosa, Espera Feliz, Carangola e Manhuaçu).  Ele é servidor da Superintendência Regional de Ensino, onde atua na área financeira. O cara é poderoso.
De amarelo vem o Sebastião, ligado a Belisário já que é sobrinho do falecido João Braga, marido de Tia Mariinha. É Instrutor do Grupo de Escoteiros Pio XII. Sua esposa, Beth, é prata da casa. Daqui a pouco você vai ver qual é a sua família. 
Anteriormente os escoteiros chegavam num lugar iam pescar, colher frutas, montar fogão... para se alimentarem. Hoje os caras pedem uma pizza. Já não se fazem mais escoteiros como antigamente.
Lucas, o chefe, quase dançou. Foi levar a chefia em minha casa e por pouco ficava sem a pizza.
Mas a grande lição do escotismo é a solidariedade. Ele dividiu a pizza com os que chegaram por último.
Não conhecia isso. Raspa a faca e saem faíscas. Próprio  para acender fogo no acampamento.
A turma está com pouco tempo. Vou levá-los até o local do acampamento. Estamos com essa segunda frente de obras na estrada, na direção do Pico do Itajuru.
Olha que beleza está ficando! Vamos entrar à esquerda.
Pronto! Tá aí a família de Beth. Ela é dos "Coelhos". É filha de D. Oriza e de José Coelho, que está acamado, com forte gripe. Por isso não foi fotografado.
Sebastião aproveita para dar uma aula de café para a turma.
Após ser reitrado do coco...
... é jogado no secador caseiro.
... para ser torrado. 
Achei essa cena interessante e decidi fotografar, sem saber que ela iria ilustrar uma situação logo abaixo da matéria.
José Coelho  e Oriza são extremamente generosos para com a natureza, segundo o genro Sebastião. Os escoteiros vão conhecer uma proteção de nascente que eles cuidam. Essa área era toda desmatada.
Hoje está assim. Nessa caixa é coletada a água que atende às necessidades da casa.
Aqui está a nascente. Animal nenhum chega aqui.
A água que não é captada naquela caixa vem formar esse açude.
E esse segundo.
Segundo Sebastião, toda essa área estava assoreada. Também foi recuperada
Pretendem ver recuperado esse antigo açude. Vou deixar essa garotada se embrenhar por esses matos.
No caminho essa cena. Vou parar para ver do que se trata.
A família está toda envolvida na limpeza do milho colhido.
Lembra da foto daquela pessoa debulhando o milho com as mãos, da forma tradicional? Pois aqui ele é jogado com sabuco e palha dentro do balaio e lançado dentro dessa máquina. Os caroços caem diretamente dentro do saco...
... e um soprador lança fora a palha e o sabuco triturado.  Em menos de 30 minutos já haviam enchido esses sacos todos.
Viva a tecnologia!
É possível que amanhã retorne para rever o grupo e conferir se não morreram de frio acampados na beira do Rio Fumaça. É bem possível que isso aconteça.