Notícias regionais

Loading...

domingo, 5 de julho de 2015

GANHANDO COM A PERDA

Com Elis a gente canta:

Vivendo e aprendendo a jogar

Nem sempre ganhando

Nem sempre perdendo

Mas aprendendo a jogar

Parece que ultimamente a gente está só perdendo, com as mortes que têm acontecido por aqui. Mas, como disse Frei Gilberto em relação a "Tuninha", "quem vive bem morre bem", perdendo com essas mortes a gente acaba ganhando com o testemunho de vida dessas pessoas que partem. Um aprendizado.

Depois dessa perda citada, tivemos outra. Descemos hoje bem cedo a serra para nos despedirmos de Tia Mariinha Braga, lá em Muriaé. Outra morte bonita, decorrente de uma vida bonita, ainda mais enriquecida pelo fato de terem sido 97 anos.

Além dos laços familiares, ela tem muito a ver com a história de Belisário. Era filha do Coronel Francisco Gomes Campos, que dá nome à nossa Praça da Matriz. Era bisavô de Mirian.

Mas vamos parar no meio da serra. Apesar do frio lá fora, vale a pena descer do carro para fotografar esse gado. Bois ou vacas ?

Nada disso. Nessa propriedade estão criando búfalos. Vamos tratar disso especificamente numa matéria posterior. Quero aprender a respeito para compartilhar com vocês. O amigo Edson Cury, da EMATER, vai nos falar sobre isso.
Já estamos no cemitério.  Mirian abre o livro de sua infância. Revê Nilton, filho de sua tia Binalda, de quem ela tanto gostava, à direita da foto. À esquerda "tio Tininho". Com esse eu também convivi bastante, já que ele frequentava a casa de Mirian na época em que fomos namorados. Ele também é filho do famoso " Coronel Chico Gomes".
E a história continua. À esquerda Nilza, filha de "tia Mariinha". Depois Maria Letícia, sobrinha da falecida, Regina e Mirian.
Nilza guarda boas lembranças do avô Francisco Gomes Campos. Um homem elegante, generoso, religioso, membro da Ordem dos Vicentinos. Muito carinhoso com os netos, era um contador de histórias e fazia isso com maestria, fazendo uma sequência daquilo que contava. Ela não sabe se ele criava essas história ou as tirava de algum livro. Era como um teatro, inclusive quanto ao silêncio. Se alguma criança fizesse barulho ele interrompia. Naquele dia não tinha mais história.

Ela me prometeu uma caderneta de anotações onde ele relatava tudo. Uma desas anotações foi triste: "ontem fui a Belisário. Não me deram atenção por lá". Vamos conferir isso.
Vamos nos despedir da tia Mariinha em definitivo...
...q
... que ficará  no jazigo da família, onde também o seu pai foi enterrado. Tia Mariinha deixa um rastro de luz por onde passou. Meiga, carinhosa... Mirian guarda ótimas lembranças dela, quando morava aqui na fazenda na saída de Belisário, logo depois da ponte, no caminho de Rosário da Limeira. Lá ela e João Braga criaram muitos filhos. 
José Antônio Carneiro, hoje diretor da Escola Estadual Pedro Vicente de Freitas, foi abraçar a ex-diretora Rita Braga, filha de tia Mariinha. Ao seu lado Marquinhos Braga, também filho, e conhecido por todos os mais antigos daqui. tio Mário e tio Tininho, também são filhos do "Coronel". Logo a seguir, D. Neide Sigiliano Campos, cunhada de tia Mariinha. Ela é mãe de Juninho, casado com "Cacati" Costa. Viu como tia Mariinha tem tudo a ver com a história de Belisário?
E tem aquela máxima: quem acompanha EMBELISARIO vai pra telinha. Gisela é filha de Rita Braga, mora em Barbacena e de lá está sempre acompanhando o blog. Vê-se que é uma garota inteligente.
Um grande abraço para toda a família. 

Sobre tia Mariinha, D. Nina Campos comentou:

"Dª Mariinha, moça ainda, foi testemunha e colaboradora de muitos avanços promovidos por sua família em Belisário, como a colocação da 1ª luz elétrica, construção da ponte de cimento, na saída para Rosário da Limeira, desmembramento de terras para criação do Distrito, instalação do Cartório de Registro Civil, abertura da Escola Municipal, início da rede de esgotos, 1º trecho de encanamento da água nos domicílios, etc., contando, nas déc. de 1930 e 1940,com a ajuda e orientação do Cel Chico Gomes, vindo este a falecer aos 79 anos, em 20/12/1949.

Filha do 2º casamento do Cel. Francisco Gomes Campos, com Sebastiana da Silveira, Mariinha, nascida em 14/07/1917, em Itamuri, casou-se lá com João Braga Filho e vieram morar em Belisário. Tiveram dez filhos, tendo sido uma delas, Rita Braga Féres (foto acima), professora e diretora da Escola Estadual em Belisário por muitos anos. 

Nossos sentidos pêsames a todos da famíllia.

sábado, 4 de julho de 2015

MUITA TRISTEZA NA DESPEDIDA DE TUNINHA

O impacto de uma morte em Belisário pode ser mensurado também pela movimentação de carros e pessoas em torno da Praça da Matriz. Isso hoje foi grande aqui.
Quando todos assentados o templo ficou completamente cheio.
Em sua reflexão Frei Gilberto falou da transitoriedade da vida, não cabendo ver a morte como um fim, mas uma passagem para um novo começo.
Destacou o perfil de "Tuniha", com ênfase em suas virtudes. Seu espírito de serviço em favor da Igreja e dos a ela recorriam. De seu espírito extrovertido, que alegrava o ambiente. Destacou que quem vive bem morre bem, como no caso. Mesmo em grande sofrimento físico nos seus últimos dias de vida, ela demonstrava saúde de espírito. Absoluta serenidade mesmo estando diante da morte.
Pediu que em sua celebração fossem apresentadas palavras do Fábio Léo. Foi atendida, com a projeção de imagens e textos no telão. Também pediu que muitas músicas fossem cantadas.
Em sua oração São Francisco declara que " é morrendo que se vive para a vida eterna".
A saída do corpo é um momento de muita tensão
Da mesma forma a sua entrega em definitivo ao túmulo.
O corpo descansará ao lado de seu pai.
Sr. Edson Lacerda  faleceu em 2004.

Que Vicente, Bel, Edinho, netos, sua mãe e irmãos recebam forças de cima nesse momento de dor.

MAIS NOTÍCIA DE MORTE EM BELISARIO

Também recebemos a notícia do falecimento de Tia Mariinha. Foi casada com João Braga  e moraram por muitos anos aqui em Belisário, na propriedade depois da ponta para Rosário da Limeira, hoje da Família Toko. Era filha do Coronel Francisco Gomes Campos.

Era tia avó de Mírian e dividia sua morada entre Barbacena, onde a visitamos na casa da filha Rita Braga (foto) e Muriaé, onde faleceu e o corpo está sendo velado. O enterro será amanhã, domingo, às 8 horas.
Bem velhinha, porém sempre lúcida, ela estava com 97 anos.
Mais um pedaço da história de Beli que se vai fisicamente, mas que permanece na memória daqueles que a conheceram.

SUSPENSA A FESTA JUNINA DA ESCOLA MUNICIPAL

A direção da Escola pede comunicar que a festa junina programada para amanhã, domingo, foi cancelada, em função do falecimento de "Tuninha".

Sobre essa triste ocorrência, o corpo já está sendo velado no necrotério de Belisário, e o sepultamento será às 15 horas. 

BELISARIO DE LUTO. TUNINHA FALECEU

Com muita tristeza comunicamos a partida de Antonina Augusta de Lacerda. Aconteceu nessa madrugada de sábado. 

Esse nome pouca gente identifica. Ela é  "tuninha" pra todo mundo. Como havíamos relatado em matéria anterior, as festas públicas de Belisário haviam sidos suspensas, pelo agravamento de seu estado.

Mesmo já doente, "Tuninha" participou em janeiro do Concurso Miss Vovó. Era alegria só, muito "ruidosa", falava alto, ria muito...
"Tuninha" tinha pouco mais de 50 anos. Deixa o esposo Vicente, Os filhos Edinho e Isabel, além de 2 netos. Amigos não tem como quantificar. Todos os moradores da zona urbana e rural  de Belisário, além de muitos de outras regiões. 
Na ausência do padre ela atuava nas missas de corpo presente aqui na matriz. Vai ser difícil para alguém fazer isso hoje em seu lugar, auxiliando o Frei Gilberto.

O enterro será na parte da tarde, sem definição do horário. O corpo ainda está em Muriaé.

Todas as bandeiras de Belisário a "meio pau". 

sexta-feira, 3 de julho de 2015

"... ESTIVE NA PRISÃO, E FOSTE VER-ME..."

Alguns mandamentos do Mestre não são fáceis de serem observados. Um deles está em Mateus 5:39-41: " ...  Porque tive fome, e destes-me de comer; ...  e estive na prisão, e foste me ver."

Nessa época em que o crime venceu as forças de segurança no país e, como consequência, a cada dia mais gente adere à frase: "bandido bom é bandido morto", quem se importa com um preso? Só mesmo um seu familiar. 

Eu tenho ficado impressionadíssimo, agora em que a redução da maioridade penal vem sendo discutida, não com a possibilidade de menores serem colocados em presídios, mesmo sendo em áreas separadas dos  maiores. Mas impressionado, sim, em ver o Poder Público assumir publicamente que presídios são escolas do crime e que quem entra lá nunca se reabilita. Ora cara pálida! Você é presidente da república, Ministro da Justiça, governador... Não pode aceitar passivamente isso.

Essas preliminares somente para lhe apresentar uma grata experiência de reabilitação, que conheci hoje. A foto abaixo é de "fulano". Vamos preservá-lo, por motivos óbvios. Ele foi condenado por crime de tráfico de drogas. Cumpriu 5 anos de cadeia, em regime fechado e no semi-aberto e, recentemente,  acabou de cumprir a sua pena.

Ele tem uma visão clara da "besteira" que fez, seduzido pela ganância de ganhar dinheiro fácil. Perdeu a esposa, trouxe constrangimentos fortes para as duas filhas e teve a sua vida arrasada. Guarda hoje um profundo arrependimento pelo que fez, mas deu a volta por cima. Passou confiança para o juiz da vara de execuções penais, quando foi para o semi-aberto, passou a frequentar uma igreja cristã e mudou de vida. Está empregado e é considerado o melhor trabalhador da equipe.
Foi uma experiência muito boa pra mim. Precisamos dosar o desejo de punição de criminosos, sem perder a visão cristã de de que estes também são filhos do mesmo Deus. É um desafio.

UM DIA PRODUTIVO EM MURIAÉ

É gratificante encontrar com belisarienses que trabalham em Muriaé. Hoje não tenho dúvidas de que se estivesse no mercado da trabalho e precisasse selecionar gente como já fiz algumas centenas de vezes, Belisário seria a minha fonte de recrutamento. Muitos jovens de boa formação e boa conduta, o que o mercado de trabalho carece.

Fico ainda mais feliz quando essa pessoa declara que acompanha EMBELISARIO. Lembra daquela máxima: quem acompanha EMBELISARIO vai para a telinha, como é o caso de Soninha, essa simpatia, que trabalha na Padaria Toscana e morou na Comunidade Fazenda Veigas, aqui em Beli. Concluiu o ensino médio e foi para a cidade. 

Temos um pepino na área judicial. A gente orienta, busca negociação... dificilmente ajuíza a ação. Tem uma moçada boa na praça pra fazer isso, como o primo Dr. Silvério Sigiliano e Dr. Mateus. O segundo é neto de "D. Deja", aqui de Beli, onde ela ainda mora e trabalhou por muitos anos no comando da 3ª Idade.
Temos algumas coisas pra ver na prefeitura, acompanhando o vereador Wolninho. Na Secretaria de Turismo um ótima notícia. As placas de sinalização, que serão instaladas na região, estão chegando. Algumas já estão na garagem. Deveria passar lá para fotografar, mas me esqueci.

Isso é muito útil. já começando do trevo da BR 116, onde o motorista tem de adivinhar a hora de entrar na direção Belisário, as placas vão levar até ao pé do Pico do Itajuru, como nos informou a Secretária Ana Lúcia.
Também nos encontramos com o diretor do DEMUTRAN. Havia uma conversa por aqui que a Viação S. Cristóvão iria deixar a linha dia 1 de julho. Mas não é bem assim. De fato ele confirmou que há problemas nessa concessão, mas que até dezembro haverá acompanhamento do desempenho operacional e financeiro, para que uma decisão seja tomada. Solicitamos dele que uma reunião com a comunidade seja feita, antes dessa decisão. 

No DEMSUR a conversa é sempre produtiva. Tínhamos pendências em relação ao GAB e solucionamos tudo com o Diretor Geral, Rodrigo Guarçoni.

No próximo sábado ele agendou mais uma visita a Belisário. Só por desaforo vai comer truta, aquele peixe nobre que somente Belisário tem.


A outra missão era pegar o carro no posto, depois da lavagem geral. Ficou tão novo que já tenho dúvidas se quero vender. Se você se interessar e insistir, posso pensar no assunto. Ranger 4 X 4, diesel, 2008/2009. 
Com relação ao fim de semana, por aqui estamos de "moral muito baixa". Algumas festas foram canceladas e outras tiveram de ser mantidas. Nossa querida "Tuninha", esposa do Vicente e mãe de Isabel, está em estado crítico de saúde. Naquele momento em que todos declaram: "nada a fazer. Está nas mãos de Deus".